A saliva tem um papel muito importante para a nossa saúde mas em excesso pode atrapalhar. Quando a pessoa possuiu a incomum condição de salivar demais chamamos Sialorréia.

Uma produção de saliva um pouco aumentada pode ser devido a irritações na boca como as aftas ou até por próteses mal adaptadas. Outras causas comuns do surgimento da sialorréia:

  • Utilização de próteses novas: paciente com próteses novas tem uma tendência a produzir mais saliva durante o processo de adaptação;
  • Refluxo Gastroesofágico: indivíduos com esta condição tendem a produzir mais saliva para proteger a cavidade oral do conteúdo ácido vindo do estômago;
  • Raiva (doença): pacientes infectados pelo vírus podem apresentar aumento da produção de saliva;
  • Envenenamentos: alguns envenenamentos por metais pesados;
  • Pacientes com paralisia cerebral: Controle neuromuscular deficiente acaba gerando uma maior quantidade de saliva;

 

Normalmente as pessoas percebem que estão produzindo muita saliva quando roupas ou lençóis ficam constantemente molhados ou sujos. Muitos ficam constrangidos de conversar de perto com outras pessoas pois acabam cuspindo sem querer ou seja, o convívio social acaba sendo prejudicado.

Casos de feridas periorais, queixo e pescoço em crianças com alta produção de saliva podem ser encontrados.

Primeiramente é necessário investigar se a alta produção de saliva é episódica ou constante. Muitas pessoas tem a produção aumentada por um período de 5 minutos que em seguida volta ao normal.

Para aqueles que possuem refluxo, uma consulta com o gastroenterologista é fundamental para verificar a necessidade de medicação contra esta condição.

Se a produção de saliva for frequente e abundante existem medicamentos que podem fazer que ela se reduza e até cirurgias, mas são raros os casos.

Existem estudos que mostram que a aplicação de toxina botulínica pode ser de grande ajuda. Em pacientes com paralisia cerebral a utilização de bandagem elástica Kinesio Taping auxilia inclusive na deglutição da saliva.

Em caso de dúvidas procure seu dentista de confiança para um exame adequado. Somente este profissional pode dar as melhores orientações para cada caso e encaminhar para qualquer outro profissional de saúde.

 

       

Dúvidas no WhatsApp:

    (91) 98152-8805

Foi útil a informação? Seja o primeiro a comentar.